Primeira feira pós-covid da Reed já tem 95% do espaço contratado

Por Juliana Estigarribia, de EXAME

0
326
Entrada da Automec dentro do São Paulo Expo, com túnel em tom azul escuro com a palavra Automec escrito em branco em sua entrada.

Embora ainda não haja clareza sobre o fim da pandemia, ou pelo menos sobre a vacinação em massa da população, um dos negócios mais afetados pelo novo coronavírus começa a se movimentar. A Reed Exhibitions, maior empresa de feiras e eventos da América Latina, já comercializou 95% da primeira feira pós-covid a ser realizada presencialmente pelo grupo em abril de 2021.

A Automec, do setor de reposição de peças automotivas, vai abrir o calendário de feiras no ano que vem, após um 2020 totalmente afetado pela pandemia do novo coronavírus. “Mantemos um contato muito próximo com os expositores e há uma grande aposta das empresas no evento devido à retomada da agenda econômica. Boa parte já vê isso acontecendo no final deste ano”, afirma Luiz Bellini, diretor do portfólio de autopeças e novos setores da Reed Exhibitions, em entrevista exclusiva à EXAME.

A Automec é realizada a cada dois anos e em sua última edição, em 2019, movimentou cerca de 26 bilhões de reais em negócios. Foram cerca de 1.200 expositores e mais de 1.500 marcas. Segundo o executivo da Reed, o mercado de reposição de autopeças — também conhecido como aftermarket automotivo — costuma ter um bom desempenho em momentos de alta das montadoras e também nos períodos de baixa, já que a idade média da frota sobe e isso demanda mais peças para manutenção.

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions. Para continuar lendo, visite o site EXAME com a matéria completa

Facebook Comments