Conheça Barbara Brier, referência para mulheres no setor de reparação automotiva

0
498
conheca-barbara-brier-referencia-para-mulheres-no-setor-de-reparacao-automotiva

Um curso preparatório gratuito para mecânico na adolescência foi o início da história da empreendedora Barbara Brier como referência para mulheres no setor de reparação automotiva. Moradora de Belo Horizonte (MG), Barbara entrou no ramo com o objetivo de ajudar na renda da família. A mecânica foi a maneira dela entrar no mercado de trabalho sem arcar com gastos em sua qualificação profissional. Desde então, ela se tornou referência não apenas para o mercado de aftermarket automotivo, mas também para outras mulheres.

Como revela o site Universa, a carreira de Barbara começou com 19 anos, ao conseguir uma vaga em uma grande montadora. Durante 8 anos, teve vários aprendizados e amizades. Porém, também enfrentou obstáculos comuns para mulheres na conquista de seu espaço no ambiente profissional. Após se formar como Técnica em Automobilística, graduar-se em gestão da produção industrial e fazer a especialização em Educação Superior, ela assumiu um cargo de liderança ao gerenciar projetos em redes de concessionárias como Fiat Chrysler, Jeep e Dodge.

Porém, Barbara contou ao projeto Itaú Mulher Empreendedora que após anos de trabalho, já estava incomodada. Ela começou a sentir “não estar mais me encaixando ou me encontrando na empresa na qual trabalhava. Naquele momento eu desejava mudar o rumo a minha vida, não estava feliz, queria viver de outra forma para ter mais qualidade no dia a dia”. Por isso, resolveu pedir demissão e ir em busca de satisfação profissional.

Por mais mulheres no setor de reparação automotiva

Barbara usou as horas livres que tinha para testar tipos de negócio, revela o Universa. O início foi com a venda de manuais de carros antigos pela internet. Em 2016, ela lançou o Brier Cars, blog especializado no tema. Com o sucesso da plataforma, ela recebeu uma sugestão para ensinar mecânica automotiva para mulheres e, dessa forma, começou a organizar aulas por meio de palestras e coworkings nos fins de semana e à noite.

Ao formar três turmas, pediu demissão e se dedicou totalmente ao novo negócio. Aliás, a proposta se transformou ao longo do tempo e Barbara começou a dar treinamentos para oficinas mecânicas. Isso aconteceu a partir de relatos de alunas que passaram por experiências negativas nesses locais, que muitas vezes não acolhiam mulheres. Em 2017, já sob o nome Oficina Amiga da Mulher, o negócio de Barbara passou a treinar e certificar oficinas que estão aptas a atender o público feminino.

“Foram treinados, em média, 200 reparadores e 30 oficinas, das quais 10 atualmente estão certificadas. Estamos em São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo”, disse ao Universa. Além disso, o negócio capacita cerca de 300 mulheres no setor de reparação automotiva.

O seu principal sonho, como disse ao Itaú Mulher Empreendedora, é “aumentar o número de oficinas certificadas, acertar a minha entrega e agregar valor para essas oficinas, de tal forma que eu possa focar na oferta dos serviços credenciados para as mulheres. E principalmente, desenvolver e fortalecer a rede Oficina Amiga da Mulher“.

Facebook Comments